sábado, 10 de abril de 2010

Mesmo que Bastasse, a Transparência Não é o Meu Forte


Devia, devia não pensar
ou pensar só um bocadinho.
Devia escrever com atenção,
mas sem apagar depois.
Devia voltar a escrever aquilo
que realmente quero ou preciso.
Devia falar e dizer o que penso,
não que o que penso não o possa dizer,
não que o que penso seja mau de dizer,
mas apenas porque não o consigo fazer.
Devia pensar mais em mim
e fazer o que não gostas,
ser persistente até mais não
com a ideia que odeias
e fazer cara feia quando não me ouves.
Devia aprender a dizer não.
Não, não.
Não quero, odeio, é feio.
Pronto disse.
E agora?
Não quero magoar mas não me quero magoar.
Se eu ouço, que me ouçam!

2 comentários:

Missy_FLORescente disse...

Eu oiço-te !!!

Mas parece-me que não é por mim que queres ser ouvida ;)

Isso é tudo revolta?!

LuaManhosa disse...

Sabes que por vezes também me sinto assim?
Não fazer ou dizer algo que gostamos só por quem está ao nosso lado com olhos bem abertos e reprovadores?
O mundo não é livre, as pessoas não são livres. Somos controlados por pensamento idiota da sociedade onde tudo é controlado.
Solta-te, sê quem tu és e não o qe as pessoas querem que sejas...