domingo, 26 de setembro de 2010

Os meus tubarões verdocas

Sabes, quando era pequena costumava atravessar o Tejo. Lembro-me de pouca coisa daquela época, mas sei de algo que nunca esqueci. Tinha medo dos tubarões, sim, eu tinha de passar por uma pontesinha para entrar no barco. E se eu caísse? Se eu caísse os tubarões esperariam por mim lá em baixo e não seriam meiguinhos.
Mais tarde descobri que só há golfinhos em Tróia e baleias nos Açores. De tubarões, nunca ninguém aqui ouviu falar. Mas também, quando soube da sua inexistência, já naõ navegava mais naqueles barcos.
Sabes, depois disso, muito depois, ganhei outros medos. Assusta-me a ideia do novo habitat, eu gosto daquilo a serio, mas não consigo viver sem pessoas, sem as minhas pessoas. Também não consigo pensar que há a possibilidade de me abandonares, sim, é para ti, acho que não o farás, mas já passou muito tempo e esta nova etapa será diferente da outra. Claro, tenho medo de ti, sim de ti, tu que te estás a esconder, há coisas que não devem acontecer e, acho que essas coisas perturbam a minha expressividade aqui, por exemplo. Mais uma, não ter inspiraçao nem imaginação nem originalidade assusta-me, eu preciso de escrever. E sim, tenho medo de não conseguir, agora que entraste na minha vida e porvavelmente não lerás isto. Tenho medo de não querer, de não avançar. Ainda não me aliciaste o suficiente. Nem sequer sabes disto.
Mas um dia, sei que descobrirei que os tubarões também não navegam nestes mares.

6 comentários:

Zé Sapata disse...

Não te preocupes eu não te abandono. Também agora que já me cativaste ;)

Laranjinha disse...

Com o tempo a coisa vai lá! (:
o importante é não ter medo, o medo só atrapalha, e eu sei do que falo! :D

Mas sabes que mais?
Eu amo-te e tenho saudades tuas minha pequenina!

Diana Duarte disse...

Medos, todos temos.
O importante é saber lidar com eles.

=)

Suse disse...

este texto está tão giro :) não tenhas medo.. sempre que precisares tens aqui uma amiga, recente...mas sempre presente! :) beijinhos

Missy_FLORescente disse...

eu cá passo plo tejo todos os dias e nunca ouvi falar de tubarões! Mas se quiseres acompanhar me até á fct, ofereço-te uma viagem de barco com o meu L123 ;)

JOrtiz disse...

Tens medo compra um cão...embora contra um tubarão, talvez perdesse. Só se deres uma pistola ao cão. Yap faz isso.

PS: Peço desculpa, mas avisei. Agora a sério, um fim muito fixe, a ires buscar o principio da estória. Metáforazinhas muito pessoais.