quinta-feira, 24 de junho de 2010

A Escola Era Azul, Também o Adeus o Será


E separaram-se essas duas almas. Duas não porque na verdade são muitas mais... Seguiram em frente até que um desses pequenos seres subiu e o outro desceu, pela rua que, muitas vezes, juntos ou sozinhos, subiram e desceram tantas vezes...
De facto, nunca mais nenhum deles passará por esta rua sabendo que aquela escola lhe pertencia. Pertencia sim, porque a escola é de todos!
De facto, nunca mais nenhum deles olhará para dentro desta com um olhar implicante e contestatário, sempre justificado (e outras vezes nem tanto).
Porque nunca mais se sentarão lado a lado, ou de costas, ou de frente nas carteiras que habitaram tantas vezes e que são testemunhas de muitas conversas. A maioria delas cusquice, ou até mesmo mal-dizer, mas aquele mal-dizer que sabia bem dizer quando nada mais se conseguia ouvir dizer ali, dentro daquelas quatro paredes, dentro daqueles pavilhões, dentro daquele portão.
Muitas coisas eram más, outras tantas eram boas. Mas nunca as aulas de secundário se repetirão. E claro que todas as almas desse liceu, principalmente as mais próximas, se continuarão a encontrar (não seria esta a verdade mais desconfiada de sempre...)

2 comentários:

Missy_FLORescente disse...

E acredita em mim...não vais para melhor! Nunca mais criarás afinidades tão próximas ou ódios tão intensos quanto os que criaste no secundário =)

Parabens miuda, espero que já te tenhas decidido :)

Caia disse...

Cada etapa tem o seu gosto, os seus momentos, as suas alegrias e afinidades,... tudo é uma experiência e só tens de aproveitar ;)